Entrevista com Andrea Castanho | Projeto Previna-se

Postado por COMUNICAÇÃO ASA em 11/set/2019 - Sem Comentários

Veja o que a psicóloga Andrea Castanho, responsável pelo Projeto Previna-se, diz sobre este trabalho

 

ASA: O que é o Projeto Previna-se e qual a importância para as crianças, adolescentes e familiares?

ANDRÉA: O Previna-se é um projeto de educação sexual que visa a formação de indivíduos capazes de fazer escolhas saudáveis em suas vidas. Neste sentido, é preciso entender a sexualidade como um processo complexo do desenvolvimento humano que envolve tanto a esfera física como a afetiva e a ambiental.

O projeto traz conhecimentos, estimula a reflexão e debates com as crianças e adolescentes sobre todo o processo de crescimento e entrada na adolescência, dando ênfase às mudanças corporais e emocionais presentes em cada momento.

O nome Previna-se surgiu da ideia de que cada um deve tornar-se responsável pelas suas escolhas a partir do momento em que tiver mais informação e compreensão sobre alguns temas. Eles se tornam protagonistas no que diz respeito a prevenção de gravidez precoce, prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, e devem reconhecer e saber se prevenir em situações de violências e abusos sexuais.

É importante ressaltar que os familiares também são assistidos pelo projeto. Três a quatro vezes por ano, realizamos encontros para conversar com eles e esclarecer dúvidas sobre os temas trabalhados nas oficinas com as crianças e adolescentes,  a fim de não criar ruídos na comunicação, bem como ampliar os repertórios familiares para lidar com questões da sexualidade. As falas abordam temas  de tolerância, preconceitos, as mudanças comportamentais e emocionais características do desenvolvimento, a relação pais (responsáveis) – filho, entre outros.

 

ASA: Quais os maiores desafios para o desenvolvimento deste projeto e como foram superados?

ANDRÉA: Acredito que as dificuldades são permanentes, porém não estáticas. Acho um desafio constante manter a escuta ativa a todo momento. Os educandos se manifestam de maneiras singulares e é preciso estar realmente atento para ouvir as demandas manifestadas em suas colocações e, desta forma, acolher e dar sentido ao que é vivido.

Existe também a questão de criar novos parâmetros e ressignificar alguns valores fundamentais para construção de relações interpessoais saudáveis, como o respeito, a empatia e a cooperação. Grande parte das nossas crianças e adolescentes vivem em um contexto de grande vulnerabilidade social e algumas dessas questões são corrompidas. De maneira alguma queremos reproduzir em nossas oficinas um ambiente de violência moral. Sendo assim, procuramos dar voz às crianças e aos adolescentes criando estratégias para que eles se sintam tocados em seus saberes e vivências. Que as dinâmicas sejam significativas a ponto de promoverem novas experiências e reflexões a cerca de seus afazeres cotidianos.

 

ASA: Qual o caso mais marcante que você presenciou?

ANDRÉA: Tenho algumas histórias que vou levar em minha memória para sempre. Um caso emblemático do projeto foi o de uma adolescente de 13 anos com histórico de depressão e automutilação que, ao longo das aulas, foi elaborando algo doloroso de seu passado.

Após uma oficina sobre abuso sexual, vi que ela tinha ficado mais calada e até chorosa. Dei-lhe um abraço e disse que estava disponível para conversar quando ela quisesse. No mesmo dia ela me chamou para uma conversa e revelou que havia sido abusada dos 6 aos 9 por um membro da família. Depois de todo acolhimento pudemos fazer os encaminhamentos necessários, bem como fortalecer a adolescente para que pudesse revelar o ocorrido à sua família. Foi um trabalho em equipe muito bonito.

 

 

ASA: Quais os próximos passos do projeto?

ANDRÉA: Seguir com a formação continuada, criar um espaço potente de troca, escuta e acolhimento, fazer os encaminhamentos e articulando a rede de proteção das crianças e adolescentes quando necessário (família, escola, conselho tutelar, CREAS, CAPS, UBS, CRAS entre outros). Aumentar a proximidade com os orientadores socioeducativos para que eles também tenham o entendimento que a sexualidade não diz respeito apenas aos encontros sexuais e suas consequencias, mas que fala sobre o ser e estar no mundo dos indivíduos: o que falam, o que vestem, como se comportam, como constroem vínculos afetivos.

Para além das oficinas, vislumbramos para um futuro próximo a interlocução com outros espaços de cuidado, trocando conhecimentos adquiridos e as dúvidas pulsantes ao longo desses anos do projeto Previna-se. Temos o desejo de produzir artigos, participar de simpósios, congressos e publicar na área de educação sexual.

Instituto Brasil Solidário – IBS e ASA

Postado por COMUNICAÇÃO ASA em 11/set/2019 - Sem Comentários

Aprender brincando. Essa é a estratégia usada pelo IBS para ensinar crianças e adolescentes a pensar sobre dinheiro, poupança, investimentos e suas prioridades.

 

O Instituto Brasil Solidário – IBS realizou no dia 2 de agosto a formação sobre jogos de educação financeira para todos os orientadores socioeducativos dos CCAs por meio dos jogos Piquenique e Bons Negócios. Vários deles doados  e serão usados com todas as crianças e adolescentes dos CCAs da ASA.

O jogo Piquenique, para crianças a partir de 6 anos, é voltado para a Poupança, premiando os jogadores que são mais previdentes e que conseguem administrar melhor seus ‘recursos’. O jogo Bons Negócios, para crianças a partir de 11 anos, estimula o desenvolvimento de habilidades de negociação, de empreender e de investir, trabalha estratégias, o planejamento, a tomada de decisão, estimula a boa utilização dos recursos financeiros e a observação. Aprendizagens que são muito mais que educação financeira, propõem reflexões para projetos de vida.

Este projeto de educação financeira é uma parceria do IBS com o Bank of America Merrill Lynch. As ações de responsabilidade social corporativa do banco têm foco em educação financeira, empreendedorismo de impacto, projetos de desenvolvimento econômico, arte e cultura – temas que apresentam grande potencial de transformação e de geração de benefícios para a sociedade.

A ASA agradece ao IBS na pessoa do seu presidente Sr. Luis Eduardo Cardoso de Almeida Salvatore! Agora é por em prática seus ensinamentos!

CEIs ASA recebem certificação de programa de Responsabilidade Social vinculado à ONU

Postado por COMUNICAÇÃO ASA em 19/set/2017 - Sem Comentários

Coordenado pelo Instituto Noa, o programa mobiliza instituições de ensino para contribuir com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU e melhorar o bem-estar das famílias.

 

Recentemente, os cinco CEIs ASA receberam uma importante certificação da ONU, que reconhece as escolas que engajam a família no desenvolvimento da criança e na sustentabilidade das cidades.

O selo Escolas do Bem tem o objetivo de melhorar o conhecimento dos pais, impactando na qualidade de vida das famílias e na formação de melhores cidadãos para o município e para o nosso País, a ONU lançou o Programa “Escolas do Bem”, coordenado pelo Instituo Noa (INOA).

Segundo a presidente do Instituto Noa, a jornalista Lucy de Miguel, o objetivo é formar uma grande rede do bem, entre as escolas públicas e privadas, para disseminar conhecimentos sobre o universo infantil e promover uma transformação na cidade. “O programa visa orientar e conscientizar pais e educadores, com um conteúdo transformador, por meio de várias ferramentas de comunicação, como aplicativo, website e pelas redes sociais.  Levamos orientações sobre como cuidar das crianças desde os primeiros meses da gestação. Desejamos que esses adultos possam preparar as crianças para viver e atuar em uma cidade melhor e mais sustentável”, explica Lucy.

 

Ineditismo

De acordo com a presidente do INOA, as “Escolas do bem” assumem o compromisso de  contribuir com o cumprimento de sete das 17 metas estipuladas pela Organização das Nações Unidas (ONU) para serem alcançadas até o ano de 2030: melhorar a alimentação, saúde de qualidade, educação de qualidade, redução das desigualdades, consumo consciente, paz e justiça, além da parceria pelas metas. “Trata-se de uma iniciativa inédita que irá fomentar o bem-estar social a partir da união de instituições do setor da educação, visando a construção de uma cidade melhor no futuro”.

Conforme explica a idealizadora do projeto, o programa – que já foi implementado em outras 14 cidades do estado de SP, incluindo a Capital, leva orientações às famílias sobre temas relacionados à infância, tais como: pré-natal, parto e gestação, alimentação infantil, saúde, comportamento, meio ambiente e importância do brincar, entre outros temas relevantes. “Preparar as crianças para um futuro melhor significa cuidar da gestação, do nascimento, dos primeiros seis anos que compõem a primeira infância, considerada a fase mais importante para o desenvolvimento pleno da criança”.

Esta certificação é mais uma garantia de que os CEIS ASA oferecem o melhor serviço de educação infantil, com foco na primeira infância.

Agradecemos ao Instituto Noa e à ONU por esta parceria e a todos aqueles que acreditam e incentivam a nossa causa de transformar a vida de crianças, adolescentes e idosos.

 

Para saber mais sobre o Programa Escola do Bem, acesse: https://www.escolasdobem.com.br/

Crianças dos CEIs ASA visitam exposição Frida e Eu

Postado por COMUNICAÇÃO ASA em 28/jun/2017 - Sem Comentários

Na ASA, as crianças têm a oportunidade de visitar museus, centros culturais e exposições, junto com seus colegas e professores. Essa prática oferece aos alunos a chance de um contato direto com a arte, além de apresentar novos olhares sobre a cultura mundo afora.

Assim, as crianças passam a entender sua própria cultura e sua relação com diferentes povos, épocas e hábitos.

Nesta semana, as crianças dos CEIs Creches ASA visitaram a exposição Frida e Eu, que conta a vida e a obra da artista, mundialmente conhecida por seus autorretratos.

Todos tiveram a oportunidade de conhecer melhor a trajetória da pintora mexicana e olhar de perto suas criações. Eles adoraram!

Clique aqui para ver mais fotos.

Até 30/6 na Unibes Cultural (Rua Oscar Freire, 2.500)
Segunda a sábado das 10h30 às 18h30 (entrada do último grupo)
Quinta, das 10h30 às 19h30 (entrada do último grupo)

ASA leva crianças e adolescentes para experiência gourmet

Postado por COMUNICAÇÃO ASA em 06/jun/2017 - Sem Comentários

Na tarde desta segunda-feira, 5 de junho, a rede de restaurantes Madero realizou, em 13 cidades brasileiras, uma Festa de Aniversário Solidária para celebrar seus 12 anos, mas quem ganhou o presente foram as crianças e adolescentes da ASA!

Os 40 atendidos dos CCAs da ASA foram recebidos no Madero, do Itaim Bibi, para um almoço especial, com direito a um menu completo com entradas, sanduíches, bebidas e sobremesas.

“Foi uma excelente oportunidade para as nossas crianças e adolescentes conhecerem a cozinha profissional de um grande restaurante e também se deliciarem com os hambúrgueres e seus acompanhamentos! Eles ficaram radiantes”, afirmou Celia Tilkian, superintendente executiva da ASA.

 

“O Madero acredita em um futuro melhor e a chave disto está nas nossas crianças. Queremos tornar este evento inesquecível para elas e para nós, proporcionando um momento diferente de tudo o que já viveram.”, conta o chef e presidente do Madero, Junior Durski.

Parabéns,  Madero, por seu aniversário e por, ainda tão jovem, se preocupar com nossas crianças!

Fashion Solidário: ASA promove grande evento com peças doadas por celebridades e influenciadores digitais

Postado por admhous em 06/out/2016 - Sem Comentários

Evento acontece nos dias 16 e 17 de dezembro em Pinheiros, São Paulo

Que tal ter em seu guarda-roupa uma peça da celebridade que mais admira, gastando pouco e ainda fazendo uma ação do bem? A ASA – Associação Santo Agostinho realiza nos dias 16 e 17 de dezembro, sexta e sábado, em Pinheiros, a primeira edição do Fashion Solidário ASA.

O bazar contará com a venda especial de peças doadas por celebridades, jornalistas e influenciadores digitais como Alexandre Nero, Oscar Schmidt, Fernanda Vasconcellos, Cassio Reis, Carol Magalhães, Thais Fersoza, Tania Kalil, Jairzinho, Simoninha, Dalton Vigh, Paloma Bernardi, Reynaldo Gianecchini, Thaynara OG, Jade Seba, Pedro Afonso (Rezende Evil), entre muitos outros.

O evento é uma das iniciativas da ASA para mobilizar recursos para os projetos que desenvolve para 1.400 atendidos. Com mais de 70 anos de atuação em São Paulo, a organização conta hoje com cinco Centros de Educação Infantil, cinco Centros para Crianças e adolescentes e um Centro Dia para idosos.

Serviço:

FASHION SOLIDÁRIO ASA

Onde: Brechó ASA Pinheiros – Rua Maria Carolina, 680.

Quando: sexta e sábado – 16 e 17/12/2016

Horário: sexta das 9h às 18h, sábado das 9h às 15h

www.asa-santoagostinho.com.br

Mais informações para a imprensa:

nicole@asatransforma.org.br

(11) 3887-1112 / 95988-1959

ASA participa de evento de moda sustentável

Postado por admhous em 30/jun/2016 - Sem Comentários

Evento reúne ação solidária, palestras, lançamento de livro, gastronomia e oficinas criativas.

Um dos mais representativos e importantes criadores brasileiros, Ronaldo Fraga, será homenageado no dia 2 de julho no Fashion Sunsets, um encontro inédito que reúne palestras, ação solidária, lançamento de livro, gastronomia e oficinas criativas.

O evento, realizado pelo Istituto Europeo di Design – IED São Paulo, é gratuito e aberto ao público em geral. Será das 9h às 19h na sede da faculdade – Rua Maranhão, 617, em  Higienópolis.

Fraga receberá na ocasião o Prêmio Ícone da Moda, criado pelo IED para celebrar a obra dos principais protagonistas da indústria fashion, atualmente em sua quinta edição. Inspirado pela brasilidade nas criações do estilista mineiro, o IED, como parte da homenagem, lança a primeira edição do Fashion Sunsets em torno do tema da brasilidade. O evento apresentará vários eixos em suas atrações: reflexão, cultura, celebração, ação solidária e consumo responsável.

Ação solidária e consumo responsável

A ASA levará parte do acervo dos seus brechós para uma venda especial no evento. A proposta é oferecer roupas e acessórios, de marcas nacionais e internacionais, a preços acessíveis e renda revertida aos projetos socais da instituição.

Para refletir sobre o consumo responsável e promover a ressignificação das peças, o NEX|IED, núcleo da faculdade que atua nas relações com a comunidade e engajamento dos alunos em atividades extracurriculares, desenvolverá oficinas abertas ao público, promovendo o upcycling de materiais, transformando-os por meio do design e possibilitando sua venda, também revertida para a ASA.

As oficinas ainda contemplam storytelling, resgatando a importância e o valor emocional de cada item. É um recurso que marcas em todo o mundo estão utilizando com sucesso. Os visitantes do Fashion Sunsets poderão participar das atividades a qualquer momento, dando seu toque pessoal e criando peças a partir de suas histórias pessoais e memórias afetivas.

“Para que algo não vire lixo, precisa ter beleza, utilidade e significado. A proposta transformadora dessas oficinas homenageia Ronaldo Fraga como criador consciente, que vem trabalhando temas relevantes com suas coleções e intervenções. Formamos novas gerações de profissionais, conectados com um mundo mais sustentável e inclusivo”, considera Christian Ullmann, coordenador do NEX|IED.

FASHION SUNSETS

Edição especial em homenagem a Ronaldo Fraga

2 de julho

Das 9h às 19h

no IED São Paulo

Rua Maranhão, 617 – Higienópolis

O evento é gratuito e aberto ao público. As inscrições podem ser realizadas pelo site:

https://www.eventbrite.com.br/e/fashion-sunsets-tickets-26056617043

“Jamais a ASA pensou em fechar o Lar Santo Alberto. Apenas mudaremos o modelo”

Postado por admhous em 06/jan/2016 - Sem Comentários

Em entrevista, a presidente do Conselho de Administração da ASA, explica a mudança no formato de atendimento aos idosos

Na área de atendimento a idosos, por que a ASA decidiu migrar do modelo de ILPI para o de programa Centro Dia?

Maria Inês de Paula Eduardo: A ASA foi a primeira instituição a participar de um edital da Secretaria de Assistência Social da PMSP e a assinar um convênio para os idosos do Lar Santo Alberto. Com o passar dos anos, os idosos foram se tornando extremamente dependentes, exigindo cuidados diferenciados na área da saúde. O custo financeiro do Lar triplicou, tornando inviável o orçamento da ASA. A ASA foi e é uma entidade com finalidades educacionais e assistenciais. Nunca pretendemos ser uma entidade que atuasse na área da saúde. Portanto, houve uma mudança no foco de atuação no Lar Santo Alberto. Estávamos sendo uma casa de saúde e não assistencial. Um outro ponto a ressaltar é a queda de 30% das doações para esse atendimento específico, inviabilizando o trabalho. A proposta do novo edital de convênio lançado pela PMSP em agosto de 2015 não contemplava a cobertura dos custos com os profissionais na área da saúde, imprescindíveis aos idosos que necessitam desses cuidados 24 horas. A partir de todas estas constatações, a equipe dos profissionais da ASA elaborou um plano de ação e um projeto para o atendimento aos idosos. E chegamos à conclusão que o melhor modelo seria o atendimento no formato de um Centro Dia. Apresentamos o projeto ao Conselho de Administração, discutimos exaustivamente até que as conselheiras tiveram a coragem e a certeza de que a melhor decisão seria a mudança. Jamais a ASA pensou em fechar o Lar Santo Alberto. Apenas mudaremos o modelo de atendimento, voltando ao foco inicial de quando o Lar foi criado: dar assistência aos idosos.

Como e quando será feita esta transição?

O convênio com a Secretaria de Assistência Social terminou em 30 de outubro, porém, a ASA o renovou até 30 de dezembro. Os idosos estão sendo transferidos paulatinamente e de forma muito cuidadosa tanto de nossa parte como da Secretaria. No mês de janeiro a casa estará fechada, a fim de fazermos algumas adaptações, para reabrirmos as portas com esse novo modelo de atendimento.

Como funcionará o Centro Dia e quantos idosos serão atendidos?

O Centro Dia Lar Santo Alberto funcionará de segunda a sexta, durante todo o dia. Iniciaremos com 30 idosos, esperando aumentar esse número mediante a demanda. Teremos várias atividades culturais, terapêuticas e sociais, sempre voltadas para um atendimento de qualidade ao idoso.

 

ASA FAIR® está de cara nova

Postado por admhous em 07/nov/2015 - Sem Comentários

Produtos perfeitos para presentear no final de ano e para mudar o astral da casa

Na 19a ASA FAIR será possível comprar cerâmicas, tapetes persas, bijuterias, peças de decoração e de moda infantil e adulto. A feira terá novos expositores nesta edição e contará também com o 38º Bazar Mãos Brasileiras®, no qual são vendidos produtos artesanais elaborados ao longo do ano por voluntários da associação.

Com preços convidativos, os produtos têm parte de sua renda revertida para os trabalhos da ASA – Associação Santo Agostinho, que atende mais de 1.400 crianças, adolescentes e idosos.

A 19a ASA Fair acontece de 10 (terça-feira) a 12 (quinta-feira), das 11 às 20h, no Buffet Mansão Cidade Jardim (Rua Desembargador Armando Fairbanks, 150). O evento tem entrada franca e disporá de manobristas no local.

Nota de esclarecimento: Lar Santo Alberto

Postado por admhous em 21/out/2015 - Sem Comentários

A partir de 2016 a ASA adotará um programa intitulado “Centro Dia”, recebendo os idosos pela manhã e atendendo-os até o final da tarde / início da noite.

ASA é uma instituição privada sem fins lucrativos com 73 anos de serviços prestados às crianças, adolescentes e idosos da sociedade paulistana em situação de vulnerabilidade social.

A ASA cresceu e evoluiu para um trabalho profissionalizado comprometido com a qualidade dos serviços prestados à sociedade. O pequeno grupo de beneficiários do início da trajetória institucional hoje soma mais de 1.400 crianças, adolescentes e idosos que participam de atividades realizadas por 250 profissionais em 14 unidades, sendo 11 unidades de atendimento direto (5 Centros de Educação Infantil, 5 Centros para Crianças e Adolescentes e 1 Instituição de Longa Permanência para Idosos), dois brechós e uma unidade administrativa.

É dirigida por voluntárias que atuam com uma estrutura profissional dentro dos padrões atuais recomendados.

Mantém convênios com empresas privadas e com o Governo Municipal, que são renovados, alterados e encerrados em seus respectivos prazos.

Neste momento de profunda crise econômica, política e ética, a ASA tem procurado adotar as medidas necessárias para poder prosseguir em suas atividades assistenciais, sempre na direção de cumprir seus objetivos sociais.

Em face do ora exposto, vem adotando medidas visando reestruturar as condições de atendimento aos seus assistidos, particularmente, aqueles idosos atendidos em sua unidade denominada Lar Santo Alberto.

A proposta do edital de conveniamento lançado pela PMSP em agosto de 2015 não contempla a cobertura dos custos com os profissionais na área da saúde que são imprescindíveis ao atendimento dos idosos que necessitam desses cuidados 24 horas/dia.

Jamais, em tempo algum, decidiu encerrar o atendimento aos idosos.

A ASA adotará, a partir de 2016, um programa intitulado “Centro Dia para Idosos”, recebendo-os pela manhã até o final da tarde / início da noite em suas dependências, mantendo todo o atendimento reconhecido, por todos, como de excelente nível. Até o final de 2015, estaremos trabalhando na transição de um lar para idosos a um Centro Dia.

O tempo é de mudança e exige racionalidade e bom senso.

Diante de tudo isto, a ASA se coloca à disposição da sociedade para quaisquer outros esclarecimentos que forem solicitados, com a certeza de que jamais deixará de cumprir seus fins.