Brechos | 08.04.2014 | Publicado por admhous

Entrevista: Chiara Gadaleta fala sobre a importância dos brechós

A estilista, apoiadora da ASA, defende que a indústria da moda precisa pensar no pós-consumo e vê nos brechós uma alternativa para contribuir com a moda sustentável

ASSOCIAÇÃO SANTO AGOSTINHO: A preocupação com a sustentabilidade está cada vez mais presente na sociedade. No segmento da moda, você percebe esse movimento?

CHIARA GADALETA: A moda brasileira precisa pensar no pós-consumo e os brechós são uma excelente estratégia para isso porque reaproveita as peças, diminuindo o impacto no meio-ambiente. Além disso, geram renda e dão acesso ao que é vintage.

ASSOCIAÇÃO SANTO AGOSTINHO: O brasileiro é simpático à ideia de fazer compras em brechós?

CHIARA GADALETA: Havia muito preconceito e algumas pesquisas apontaram que o preconceito não estava no fato das peças serem usadas e sim no misticismo. As pessoas ficavam pensando em quem havia usado aquela roupa, o que tinha acontecido com a pessoa e ficavam com medo de usar. Isso está mudando.

ASSOCIAÇÃO SANTO AGOSTINHO: Ao fazer compras num brechó, quais os cuidados que o comprador deve ter?

CHIARA GADALETA: É importante verificar a condição geral de conservação da peça e os acabamentos.
Provar os itens escolhidos é fundamental, assim como pensar se eles combinam com o que você tem em casa. Para quem está começando, a dica é começar pelos acessórios.